AULAS PRESENCIAIS: Sintero participou de audiência com o Secretário da SEDUC, hoje 04/02!

 


O Sintero participou de audiência virtual com o secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda Lacerda Abreu, nesta quinta-feira (04/02), quando foi discutido sobre o ano letivo de 2021 e as demais pautas de reivindicação dos trabalhadores em educação de Rondônia.

 

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, iniciou a audiência comentando sobre o atual cenário de pandemia da Covid-19 no Estado, que continua instável e preocupante. Na oportunidade, manifestou solidariedade aos familiares que perderam seus entes queridos, em especial, aos companheiros e companheiras de jornada profissional.

 

O principal ponto de questionamento do sindicato referiu-se ao início do ano letivo de 2021, previsto para o dia 22 de fevereiro. Lionilda Simão reiterou que o posicionamento do Sintero permanece contrário ao retorno das aulas presenciais, até que haja vacinação para toda a categoria.

 

Também externou preocupação diante das recentes divulgações nas mídias, de que os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio voltarão às escolas, pois considera a medida precipitada, uma vez que as instituições públicas não possuem a estrutura adequada para garantir a segurança dos alunos e dos profissionais em educação.

 

De acordo com o secretário, o plano estratégico da Seduc que detalhará todos os pontos sobre o retorno presencial ainda está sendo construído. No entanto, antecipou que o formato híbrido será uma realidade no ensino público de Rondônia em 2021.

 

Ou seja, parte dos alunos poderão assistir aulas de forma presencial e o restante permanecerá com o ensino remoto. Além disso, revelou que as aulas presenciais acontecerão de forma escalonada, respeitando os protocolos sanitários e o distanciamento entre as mesas.

 

Entretanto, cabe aos municípios enquadrados na fase 3, decidir se optam ou não pelo retorno. A escolha também é facultativa aos pais e responsáveis dos alunos da rede pública.

 

Ao ser questionado sobre a carga horária dos professores, já que os mesmos terão que atender ambas as modalidades de ensino, Suamy garantiu que a Diretoria Geral de Educação (DGE), se responsabilizará por fazer as adequações sobre o assunto. Contudo, assegurou que o ano letivo iniciará com o ensino remoto e, somente após publicação do plano, será possível divulgar uma data e as condições técnicas para se efetivar o retorno presencial.

 

SINTERO

Comente com o Facebook:

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.

NOSSAS REDES SOCIAIS