SEMED cria o programa virtual para que alunos não tenham prejuízo escolar.



Nesse momento de crise vivenciado no mundo inteiro por conta da pandemia do coronavírus, em que se viu obrigado a suspender as aulas presenciais da rede municipal no dia 18 de março, o prefeito Hildon Chaves resolveu, junto à Secretaria Municipal de Educação, desenvolver um processo de aprendizagem dos alunos utilizando várias ferramentas pedagógicas, a exemplo a Plataforma AVA com o Programa “Porto Velho Educação Virtual” (ava.portovelho.ro.gov.br).

O programa foi lançado no dia 23 de março, para alunos que tem acesso à internet, bem como determinou a disponibilidade de atividades impressas entregues semanalmente pelas escolas aos pais, a partir do dia 20 de abril, para alunos que não têm acesso à internet.


As ações estratégicas têm o objetivo de atender as necessidades de todos os alunos, diminuindo os prejuízos de aprendizagens e tranquilizar pais e responsáveis em relação ao cumprimento do calendário escolar 2020. Para diminuir os prejuízos, uma das estratégias planejadas com agilidade foi a Plataforma AVA e para quem não tem acesso à internet, também foram disponibilizadas as atividades impressas.

O propósito do prefeito Hildon Chaves foi de criar junto a Semed e equipe, o atendimento às necessidades de todos os alunos da rede municipal de ensino para diminuir os prejuízos de aprendizagens, para que nesse momento de incertezas e preocupações todos sejam tranquilizados com relação ao cumprimento do calendário escolar.

Todas as ações estão sendo planejadas pelo Comitê de Ação de Decisão da Semed, com a realização de ações prioritárias de acordo com o mapa de risco pedagógico e financeiro.


Comente com o Facebook:

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.

NOSSAS REDES SOCIAIS