PROFESSORES DEVOLVIDOS – Áudios da reunião entre direção do Colégio Militar e professores mostram pressão.



O caso dos professores devolvidos pelo Colégio Militar Tiradentes Unidade 1, localizado na Avenida Migrantes, zona Norte de Porto Velho, por terem participado de uma assembleia convocada pelo sindicato da categoria – Sintero – ainda não acabou e pode render ramificações que pressionam a Seduc (Secretaria de Educação do Estado) a tomar providências cabíveis junto à direção daquela instituição de ensino sem que prejudiquem os alunos e os professores obrigados a afastar.

O assunto ganhou contornos quando na quinta feira (20) já tinha professores e pais divulgando nas redes sociais a polêmica posição da direção do Colégio Militar em afastar 10 profissionais da educação devolvendo-os a Coordenadoria Regional de Educação (CRE). 

Na ocasião o diretor geral do colégio, Capitão PM Jeferson Pires, e o diretor pedagógico daquela unidade, professor Lourismar Barroso, advertiram que caso aceitassem ir à assembleia poderiam ser devolvidos.

Para ouvir os ÁUDIOS e conferir a matéria do Marcos Souza (O Rondoniense) na íntegra – CLIQUE AQUI. (Acesse a matéria completa).

Comente com o Facebook:

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.

NOSSAS REDES SOCIAIS