Professores com mais de um aluno especial poderão ter jornada reduzida em sala de aula – LEIA!


O Projeto de Lei 5801/19 determina que a parcela da jornada do professor destinada a interação com os alunos será reduzida à metade quando houver em classe mais de um estudante da educação especial. O objetivo é dar mais tempo para o professor se preparar para as aulas. A proposta, do deputado Fernando Rodolfo (PL-PE), tramita na Câmara dos Deputados.
A proposta altera a Lei do Piso Salarial, que hoje estabelece o limite máximo de 2/3 da jornada de trabalho para o desempenho das atividades de interação com os educandos. O 1/3 restante deve ser dedicado ao preparo de aulas, correção de provas e atendimento a alunos e famílias, entre outras atividades.

Fernando Rodolfo, no entanto, considera pouco 1/3 do total de horas trabalhadas para o professor que possui em classe alunos da educação especial. “A todas as responsabilidades atribuídas aos demais professores, somam-se, no caso dos que ensinam a pessoas com necessidades próprias, várias outras como elaborar, avaliar e atualizar planos de desenvolvimento individual, capacitar-se de forma consistente, elaborar avaliações adaptadas e reunir-se com professores do atendimento educacional especializado e com as famílias”, exemplifica.
O parlamentar acrescenta que a proposta também busca assegurar aos estudantes com deficiência, transtornos do desenvolvimento e superdotação o cumprimento de seu direito à educação de qualidade.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Educação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei.
Fonte: Agência Câmara/ Foto: Luis Macedo, Câmara dos Deputados

Comente com o Facebook:

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.

NOSSAS REDES SOCIAIS