' '' IBADE: RECURSO CONTRA PROVA OBJETIVA (DICAS E PASSO A PASSO). | PROFESSORES DE PVH - POR VAL BARRETO

24 de jul. de 2019

IBADE: RECURSO CONTRA PROVA OBJETIVA (DICAS E PASSO A PASSO).


Por Val Barreto.

As bancas não são donas da verdade (embora tentem ser). Pode acontecer de o examinador cometer um erro formal na hora da elaboração do gabarito (a alternativa correta ser a letra A, mas, por engano, o gabarito apresentar a letra C), ou uma questão mal formulada ter duas ou mais alternativas certas, ou mesmo nenhuma, ou mesmo o examinador “errar” a questão (indicar a letra E como gabarito, quando a letra D seria o correto), sem falar de imagens e mapas ilegíveis, como foi o caso da prova objetiva para o cargo de professor do concurso da prefeitura de Porto Velho.


Justamente por saberem destes problemas que podem acontecer, é que a banca IBADE apresentou um gabarito PRELIMINAR. O gabarito preliminar da banca estipulou um PRAZO para que o candidato recorra contra qualquer questão que ele entenda que o gabarito não está certo. O prazo deste concurso é entre os dias 24 e 25 de julho, 2019, ou seja, hoje e amanhã, então não perca tempo.

Entrar com recurso contra o gabarito da prova Objetiva não necessita de advogado. O recurso é realizado pelo próprio candidato, de forma individual. Antes de entrar no site, digite toda a sua fundamentação no WORD, fundamente, embase com embasamento de autores/teorias/fundamentos que apoiam e justificam seu pedido de anulação da questão. Nada de pedir, implorar, nem ser pessoal, nesse caso, seja claro, objetivo e convença a banca de que eles estão errados. O procedimento é simples e consiste nos passos abaixo:

PASSO 1: Entre no LINK do IBADE para fazer o pedido – CLIQUE AQUI ou acesse: http://concursos.ibade.org.br/consulta.aspx?id=414&l=recursoGabarito.aspx




PASSO 2: Ao entrar no link, coloque seu CPF e sua data de nascimento: 


PASSO 3: Selecione o número da sua inscrição, caso tenha feito para dois ou mais cargo, tenha atenção. Ao preencher o número, aparecerá seu nome e o cargo para o qual você quer entrar com recurso: 


PASSO 4: Informe o número da questão que deseja pedir anulação e a disciplina aparecerá automaticamente: (exemplo: Língua portuguesa, conhecimentos específicos, conhecimentos pedagógicos): 


PASSO 5: Digite ou cole sua argumentação, ou seja, porque aquela questão está errada e merece ser anulada. 


PASSO 6: Digite ou cole a fundamentação que apoia seu recurso. De acordo com o edital, o recurso deve conter a fundamentação que serviu de base para a Argumentação, através da citação de artigos amparados pela legislação, itens, páginas de livros e nomes dos respectivos autores, os quais devem ser especificados neste campo: 


Se estiver tudo okay, clique enviar, se não estiver, clique em corrigir.

DICAS IMPORTANTES

 Como fazer um bom recurso para o gabarito preliminar da prova objetiva?

As pessoas, principalmente quando fazem recursos pela primeira vez, sentem muita insegurança. Afinal, todo mundo quer fazer aquele recurso “matador”, que o examinador lê e acata, não é mesmo? Então aqui vão boas dicas para que o seu recurso seja acatado:

Utilize linguagem impessoal

Nada de escrever “E aí, professor? Acho que a questão tá errada”. Utilize expressões como “Prezado examinador, entendo que há equívoco no gabarito da questão x em virtude de…” Se você pretende mostrar que o examinador errou, utilize uma linguagem compatível. Você não precisa escrever como se fosse um TCC, mas evite ser informal demais.

Redija com suas próprias palavras

É comum que professores e outras pessoas proponham MODELOS de recursos, já apresentando embasamentos e utilizando uma linguagem mais apropriada aos seus olhos. Porém, não se esqueça que recursos iguais são IGNORADOS pelos examinadores das bancas. Logo, se todo mundo pegar um recurso sugerido pelo professor e copiar e colar no site da banca, a banca irá IGNORAR e você perderá a sua oportunidade.

Seja CLARO no seu pedido

Recursos para a prova objetiva costumam ou pedir a ANULAÇÃO da questão, ou a MUDANÇA do gabarito. Sempre saiba o que pedir, não fique em cima do muro. Se a redação do item está ruim, explique os motivos para anular o item; se o objetivo é inverter o gabarito de certo para errado, ou vice-versa, ou modificar a letra de um gabarito, explique claramente o que você quer ou por que você quer. Nada de “gostaria de mudar o gabarito, mas se não der para mudar eu quero que anule…” Se você escrever algo assim provavelmente seu recurso está mal formulado.

Use uma bibliografia (se possível)

Um recurso contra o gabarito preliminar sempre fica melhor quando você escreve algo como “Segundo fulano, na página tal do seu livro, afirma que….”. Caso o embasamento esteja disponível na Internet, é ainda melhor! Copie e cole a URL do site que embasa o seu recurso no corpo do seu texto.

Não seja muito extenso. Atenção para o limite de caracteres (se houver)

Você não é obrigado a esgotar o limite de caracteres (se o seu recurso estiver claro, você não vai precisar “encher linguiça”), porém, se você extrapolar o limite, vai precisar condensar suas ideias para que elas caibam no limite estipulado.


Seja respeitoso. Nada de desabafar.

É normal que você esteja chateado, até mesmo revoltado, com o gabarito que a banca deu para alguma questão. Mas nada de ser desrespeitoso com o examinador. Vários editais preveem que, em caso de desrespeito, o recurso será indeferido sumariamente. Além disso, não gaste tempo tentando mexer com as emoções do examinador, contando da sua vida, dizendo da dificuldade que foi se preparar para o concurso, falando que é um absurdo a banca cometer determinado erro etc.


0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.