' '' Tecnologia na educação: Projetos de geografia com uso da Tic e laboratório de informática | PROFESSORES DE PVH - POR VAL BARRETO

7 de mar. de 2019

Tecnologia na educação: Projetos de geografia com uso da Tic e laboratório de informática



Projetos elaborados por Valdineia  Barreto Coelho.

            Os docentes precisam se vê nessa contextualização da tecnologia na escola, afinal, se a inserção da TIC no espaço escolar pode ser utilizada como recurso didático, a ferramenta merece ser explorada para tais fins.
            A seguir, há sugestões de projetos que utilizam recursos tecnológicos com ou não acesso a internet, tratam-se de métodos simples com utilização de imagens, fotos, câmera digital, celular, laboratório de informática dentre outros recursos:

Quadro1. Sugestão de projeto utilizando o cinema e a Geografia como estratégia de ensino
TEMA
 O cinema e a Geografia como estratégia de ensino


OBJETIVOS
Objetivo Geral: Analisar o conhecimento geográfico por meio de filmes que abordam temas geográficos
Objetivos Específicos:
a) Compreender fenômenos globais.
b) Explorar as mudanças nos costumes da sociedade.
c) Distinguir as diferentes paisagens brasileiras.

JUSTIFICATIVA


Os filmes são uma excelente opção de entretenimento e utilizá-la como ferramenta de ensino auxilia o professor na abordagem de temas geográficos, partindo do concreto para o abstrato, usando o visual como facilitador da aprendizagem.

METODOLOGIA
Exibir filmes com abordagem de temas geográficos para os alunos. Propor debates, elaboração de relatórios e atividades sobre filmes assistidos.




RECURSOS
Sala de multi-meios (Multimídias, sala de vídeo, TV Escola, entre outros). DVD dos filmes: "De Volta para o Futuro" – Abordagem: exploração das mudanças nos costumes e na paisagem "Volcano - A Fúria" - Abordagem: Compreensão do vulcanismo como fenômeno natural e não como tragédia. "O Caminho das Nuvens" Explorar as diferentes paisagens brasileiras. “A era do Gelo” Abordagem: Análise dos fenômenos naturais, paisagem, localização e aspectos geográficos.

AVALIAÇÃO

É contínua por meio da observação, do nível de interesse, desempenho, participação e envolvimento dos alunos com e/nas atividades propostas na execução do projeto.
Fonte: COELHO, 2014.1

  Quadro 2. Sugestão de projeto abordando o “Planisfério”
TEMA
Contextualizando o “Planisfério” por meio da tecnologia


OBJETIVOS
Objetivo Geral: Explicitar conceitos referentes ao globo Terrestre e o Planisfério.
 Objetivos Específicos: a) Favorecer a aprendizagem de algumas características da terra. b) Propor a localização das fontes de águas do nosso planeta.


JUSTIFICATIVA


Sabemos que o globo Terrestre e o Planisfério representam as terras e as águas do nosso planeta, portanto, obter conhecimentos sobre esse tema representa um processo de aquisição significativo para o aluno.  Assim sendo, o uso de recursos tecnológicos para estudo do tema pode ser uma proposta divertida e inovadora para o educando.









METODOLOGIA

1ª Etapa: O professor deve explicar conteúdos sobre os oceanos e continentes. Deverá entregar uma imagem em formado (JPEG) de um mapa com desenho digital em branco para colorir. (Aula 1).
2ª Etapa: Visita ao laboratório de informática (com orientação do professor) ou acesso em casa (com orientação dos pais ou responsáveis). Os alunos deverão abrir a foto (entregue pelo professor) por meio do programa da Microsoft, o “Paint”. Os alunos deverão colorir o mapa com a utilização da função “Preenchimento de cor” do “Paint” (conforme a legenda de cores proposta pelo professor) e pintar de azul as áreas ocupadas pelos oceanos. (Aula 2).
3ª Etapa: Pintar cada continente seguindo a legenda: América – Azul, Europa – Verde, Ásia – Vermelho, África – Amarelo, Oceania – Preto, Antártida – Marrom. (Aula 3).
4ª Etapa: Os alunos deverão fazer um debate sobre o que entenderam sobre os continentes e experiência com a ferramenta tecnológica “Paint”. (Aula 3).
5º Etapa: Exposição dos mapas coloridos com nomes de cada um escritos em um mural. (Aula 4).

RECURSOS
Foto digital de mapa sem cores; Computador com programa da Microsoft “Paint” instalado. Impressora com tinta colorida.

AVALIAÇÃO

É contínua por meio da observação, do nível de interesse, desempenho, participação e envolvimento dos alunos com e/nas atividades propostas na execução do projeto.
  Fonte: COELHO, 2014.1

b)    Sugestão de projeto abordando a paisagem local, leitura e análise de mapas e imagens:

  Quadro 3. Sugestão de projeto abordando a paisagem local, leitura e análise de mapas.
TEMA
Abordando a paisagem local através da leitura e análise de mapas e imagens.


OBJETIVOS
Objetivo Geral: Analisar a paisagem local.
Objetivos Específicos: a) Demonstrar quais os rios e bacias hidrográficas. b) Verificar a cidade e a produção dos lugares.




JUSTIFICATIVA


A paisagem local é uma importante informação a ser explorada pelo aluno, por isso, usar a tecnologia para fazer a demonstração dos rios e bacias hidrográficas, verificar a cidade e a produção dos lugares pode ser um excelente instrumento a ser utilizada pelo professor para ensinar esses conceitos. O ensino sem a utilização da cartografia disponível no livro didático, trocada pelo estudo do ambiente local, a vivência do aluno e espaço conhecido por ele, pode ser uma ferramenta que facilitará a compreensão desses conteúdos.





METODOLOGIA

1ª Etapa: Visita ao laboratório de informática com acesso a internet. Utilização do Google Maps e o Google Earth para trabalhar as bacias hidrográficas.
2ª Etapa: Localização do endereço dos alunos no Google Maps.
3ª Etapa: Análise do mapa da cidade e do endereço da casa dos alunos.
4ª Etapa: Registro fotográfico com câmera digital (ou com celular) da frente da casa onde está o endereço do aluno.
5ª Etapa: Comparação com a foto do endereço do aluno com a foto atual capturada por ele.
RECURSOS
Computador, internet, aplicativos: Google Maps e o Google Earth, impressora.

AVALIAÇÃO

É contínua por meio da observação, do nível de interesse, desempenho, participação e envolvimento dos alunos com e/nas atividades, propostas na execução do projeto.
   Fonte: COELHO, 2014.1
  
Quadro 4. Projeto com: Alfabetização cartográfica
TEMA
Alfabetização cartográfica


OBJETIVOS
Objetivo Geral: Estimular a compreensão da função dos mapas. Objetivos Específicos: a) Incentivar a interpretação de informações cartográficas. b) Propor a produção das próprias representações de rotação.


JUSTIFICATIVA


É indispensável que os alunos adquiram autonomia para compreensão da função dos mapas, bem como sua interpretação e produção das representações do seu próprio espaço. Ao professor cabe a iniciação a alfabetização cartográfica.




METODOLOGIA
1ª Etapa: Confecção de um modelo de mapa-múndi com bola de isopor onde será inserido um pedaço de arame no mapa-múndi/bola, pelos polos Norte e Sul. (Aula nº 1)
2ª Etapa: Apresentação dos modelos do globo confeccionado pelos alunos. (Aula nº 2).
3º Etapa: Registro fotográfico de cada polo do Globo criado pelo aluno e explicação do que representa o giro do globo pelo arame (com auxilio do professor, eles deverão entender que cada volta completa representa um dia com duração de 24 horas). (Aula nº 3).
RECURSOS
1 Bola de isopor com mais ou menos 30 cm, 50 cm de arame (sem ser farpado).  Palitos de dente para cada polo. Câmera fotográfica ou celular.

AVALIAÇÃO

É contínua por meio da observação, do nível de interesse, desempenho, participação e envolvimento dos alunos com e/nas atividades propostas na execução do projeto.
Fonte: COELHO, 2014.1

Extraído do trabalho monográfico da autora:

COELHO, Valdineia Barreto. O ensino de Geografia no Ensino Fundamental I. Porto Velho, RO: [106, p], 2014.1. Valdineia Barreto Coelho. Orientador: Adriano Lopes Saraiva.Monografia (Graduação) – Faculdade Metropolitana. Porto Velho - RO. 1.    Aluna;

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.