' '' Livro de professora de PVH ajuda ela a vencer o bullying! | PROFESSORES DE PVH - POR VAL BARRETO

4 de mar. de 2019

Livro de professora de PVH ajuda ela a vencer o bullying!


PORTO VELHO RO - Ela sofreu bullying na infância, mas ao invés de se vitimizar, tornou-se professora da Escola onde sofria as agressões, e lançou um livro para falar sobre o assunto. E a obra fez tão bem, que a ajudou a desenvolver um projeto de obras literárias com os alunos da Rede Pública Municipal.

O livro Vida de Luna foi escrito pela professora Claudenice Luna Leite, nascida em Porto Velho. Ela é filha de Maria Moreira de Luna Leite e Justino Leite (em memória) e cursou Ensino Fundamental na Escola Antônio Ferreira da Silva onde leciona atualmente.

Na obra, relata um pouco de sua trajetória na Escola e seus sonhos. Além de superar desafios, o livro inspirou a autora a desenvolver o projeto “Posso Ser um Autor”, que incentiva os alunos da Rede Pública a escreverem suas próprias histórias.



O projeto

A professora conta que o projeto foi iniciado com leituras individuais e produções de textos com os alunos, além de reuniões e vídeos conferências com os professores. “E finalmente chegamos a produção dos livros”, explana.


Ela explica que no início, foi um pouco difícil, mas aos poucos, o corpo docente percebeu que o projeto realmente seria um sucesso com os alunos. “Ao apresentar o projeto para as crianças elas acharam impossível escrever seu próprio livro. Mas ao desenvolvê-lo, logo perceberam que eram capazes de criar histórias e escreverem sua biografia”, lembra.


Abrindo horizontes

Com seis páginas de textos e sete de ilustrações, a professora relata que os livros foram elaborados no período de oito meses. Depois disso, os desenhos foram digitalizados e os textos corrigidos e digitados na plataforma da Estante Mágica. De acordo com ela, o projeto possibilitou a abertura de novos horizontes para um total 170 novos escritores, sendo oito deles autistas, um portador de síndrome de down e outro com deficiência visual.

A professora ressalta ainda que durante todo o período, os professores: Francileudo Coêlho da Silva, Estela Brum, Janderleia Lobo da Silva Cortez, Ângela da Silva Onoezorg, Mariuza Elias Vieira, Algarrou Santos Q. Miranda, Magali Loédlin David Duarte e Irisnilce Lopes da Souza apoiaram e ajudaram nos momentos mais difíceis do projeto.

“Foi uma caminhada bastante árdua. Mas graças à este grande apoio, tivemos esse resultado espetacular”, comemora.

Ampliação

Claudenice lembra que ao se depararem com suas obras, os estudantes ficaram empolgados e depois de ouvir expressões como: "Agora escrevi meu próprio livro" vindas da boca das crianças, percebeu que elas entenderam a mensagem do projeto, ou seja, “de que não precisamos mudar a aparência para ser aceita, e as pessoas sim é que precisam aprender que somos todos iguais".

Com livro e projeto executados, a meta da professora agora é aceitar o convite da Secretaria de Educação e gestores escolares para realizar palestras nas Escolas Rurais em Jaci Paraná, Rio Pardo, Nova Mutum e União Bandeirantes com objetivo de ampliar o incentivo às crianças nestas localidades. “Será um prazer compartilhar sobre minha superação, e inseri-los neste projeto”, afirma.

0 comentários

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestões, críticas, será um prazer responder você.